logo negativa

Impostos, formas de contratação e recebimentos

Você sabe o que é um médico CLT e o que é um médico PJ?   Saber diferenciar esses dois tipos de regime é fundamental para o seu sucesso financeiro! Preparei esse texto que vai tirar todas as suas dúvidas sobre impostos, formas de contratação e recebimentos

Regime CLT

Apesar de não ser muito comum no meio médico, o regime CLT,  apresenta algumas vantagens para o trabalhador como os seguintes benefícios: décimo terceiro, férias remuneradas, em caso de demissão, seguro desemprego e ainda conta com uma porcentagem de desconto que é destinado ao INSS para fins de aposentadoria. 

Em contrapartida, os valores descontados para garantir os benefícios citados acima costumam ser bem altos.

Forma de recebimento :

 A forma de recebimento é feita mensalmente em uma conta de pessoa física, aqui não é necessário realizar o processo de abertura de empresa.

PJ (Pessoa Jurídica)

O regime PJ, é o regime mais comum na área médica, pois não há vínculo empregatício entre o hospital/clínica e médico, facilitando a contratação esporádica para plantões.

Aqui  o profissional se torna  um prestador de serviços, dessa forma sem direito a nenhum benefício. 

Forma de recebimento:

Nesse formato de trabalho, o médico fica na responsabilidade de emitir uma nota fiscal para a instituição, dessa forma, o médico receberá assim que o hospital realizar o pagamento da nota fiscal em uma conta PJ. 

PJ médica e tributação

No regime PJ é possível enquadrar a empresa em três regimes e é  esse enquadramento que irá definir a alíquota  de desconto em cima do seu faturamento mensal.

No Brasil contamos com três tipos de regime de tributação, sendo eles o Lucro presumido, Lucro real e o Simples Nacional.

Lucro Presumido:

 O cálculo de tributos se baseia em uma margem presumida, ou seja uma estimativa de lucro, mas vale lembrar que as alíquotas variam conforme o ramo de atividade e a empresa ainda precisa recolher impostos e tributos (IRPJ, CSLL, PIS/PASEP, CONFIS E INSS).  Se encaixam nesse regime empresas que têm faturamento anual de até 78 milhões de reais. 

Lucro real:

 Nesse regime as alíquotas incidirão diretamente sobre os lucros, sendo que 15% será de IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica), com adicional de 10% nos lucros acima de R$20 mil, mais 9% de CSLL, 1,65% de PIS e 7,6% de COFINS. Empresas do mercado financeiro, empresas que tiveram lucros ou ganho de capital fora do país, empresas factoring, empresas que possuem benefícios fiscais e empresas com receita bruta com mais de 78 milhões de reais, obrigatoriamente são  enquadradas nesse regime Lucro real

Simples Nacional:

Esse regime conta com alíquotas unificadas e simplificadas, contudo, antes de se enquadrar nesse regime, saiba que nem sempre o simples nacional será a melhor opção, pois haverá variações no anexo e no faturamento. Esse regime é destinado a empresas que possuem renda anual de até R$4,8 milhões. 

Como escolher o melhor regime de tributação?

Para escolher a melhor tributação é preciso fazer uma análise de seu faturamento, isso pode ser feito pelo seu contador ou escritório de contabilidade, mas fique tranquilo essa escolha não é definitiva e conforme o seu faturamento for aumentando ao longos dos anos de trabalho, o regime tributário pode ir acompanhando essa evolução, para que assim você sempre pague a menos impostos. 

Principais diferenças entre pessoa física e pessoa jurídica

Pessoa física (CLT)

Pessoa Jurídica

Existem direitos a todas as garantias da consolidação trabalhistas

Não tem direitos ou garantias trabalhistas

Possui alteridade, pessoalidade, não eventualidade, subordinação e onerosidade

A pessoa jurídica arca com o pagamento de tributos menores

 

Não tem pessoalidade e não são subordinados.

Médico Autônomo.

O médico recém formado pode atuar também com médico autônomo, onde se faz uso da pessoa física, esse tipo de contratação também não é muito comum.

Forma de recebimento

Essa etapa é essencial para quem irá começar a trabalhar, isso porque é preciso que, o médico que optou por esse caminho comece a entrar em contato com os locais que tem preferência em trabalhar para descobrir qual é o formato de contratação, CLT ou PJ.

Qual é o melhor caminho para um médico recém-formado?

O melhor caminho para um médico recém-formado é aquele que vai de encontro com seus objetivos profissionais e pessoais, por isso, conte com a ajuda de quem entende a sua jornada médica, fale com um assessor de negócios e defina os primeiros passos para a sua carreira de sucesso.

Clique aqui e fale com um assessor de negócios.

Já conhece o Runy.me Cast ? – O podcast feito por quem entende a sua jornada médica. 

 Tiago Martines, Dr.Luiz Eduardo Amada e Alcides Martinhago conversar sobre os primeiros passos da jornada médica. Disponível no youtube e no spotify

Facebook
LinkedIn

Confira mais dicas para turbinar a sua carreira

Planejamento financeiro para residentes

Como viver tranquilamente esse período sem passar por apertos financeiros? O planejamento é a chave para essa questão e para isso você precisa levar em consideração alguns itens, por isso preparei esse texto com um planejamento financeiro básico para os residentes.

Leia mais »

O que fazer antes de iniciar na residência médica?

Atualmente é possível encontrar uma gama de conteúdos que abordam temas que ensinam os futuros residentes a se destacar já nos primeiros meses de residência, porém, antes disso, é preciso resolver algumas questões práticas e por vezes mais burocráticas.

Leia mais »

Saúde digital

Para esclarecer as dúvidas dos recém aprovados na prova de residência, eu preparei esse texto com os aspectos legais dos médicos residentes, continue lendo o texto abaixo e conheça todos os seus residentes.

Leia mais »

Aspectos legais dos médicos residentes

Para esclarecer as dúvidas dos recém aprovados na prova de residência, eu preparei esse texto com os aspectos legais dos médicos residentes, continue lendo o texto abaixo e conheça todos os seus residentes.

Leia mais »

41.628.525/0001-53